Como é feito a CURA UV? e como imprimir sem brilho e com brilho.

  As impressoras UV geralmente seguem este layout. Na figura vemos que na primeira passada, da esquerda para a direita o frame A de Luz UV passa fechado, logo em seguida a tinta e o frame B passa aberto, já na volta (caso o modo de impressão este em BIDIRECIONAL, ou seja, imprime indo e imprime voltando), o Frame B passa fechado, em seguida a tinta, e finalmente o Frame A passa aberto secando a tinta que acabou de cair.

Este é um infografico basico de como é feito a cura da tinta uv.

Após aprender bem este conceito, é possível configurar a impressora para que a impressão fique fosca, ou mais brilhante, para a impressão ficar brilhante é necessário um conjunto de configurações para retardar a passagem da luz uv sobre a tinta que acabou de cair, geralmente de 0,5 s a 2 s, deixando assim que ela se espalhe um pouco mais sobre o substrato, isso faz com que a gota de tinta seja seca numa posição diferente da que se ela não tivesse tempo para espalhar se o retardo fosse zero segundo, e isso dá um aspecto mais brilhante,para a impressão ficar fosca, não deve haver retardo na passagem da luz UV. Segue outra imagem para ilustrar melhor isto.

PS.  Meus primeiros post serão mais simples e irie aos poucos apronfundando o conteúdo deixando ele ao mesmo tempo simples e técnico.

Um abraço e até a próxima.

Características Gerais das UV´s

Impressora UV da AGFA

Impressora UV da AGFA

A AGFA possui em seus produtos a AnapurnaM4F que é sua impressora de entrada ( a mais barata ) que é uma excelente plotter. As características principais estão no link acima, mas o que vale ressaltar é que ela imprime até 4,5 cm de espessura (altura) por 1,58 m de largura, o comprimento depende apenas da limitação do seu substrato, e a qualidade de impressão dela é de até 720×1440 dpi, com ela eu aprendi muito sobre técnicas de impressão, que é o principal fator para se conseguir fazer qualquer tipo de trabalho, por exemplo, era possível imprimir até mesmo camisetas ou chinelos havaianas. Pois se o cliente levar para você o material que ele quer que você imprima, e por conseguinte este material não estiver em tão boas condições, você terá que identificar todos os possíveis problemas que irão impossibilitar a impressão e estudar como amenizar esses problemas, mas isso é um outro capítulo mais para frente.

Impressora UV da HP

Impressora UV da HP

Já com a HP eu conheci o modelo FB500, que possui um menu em tela touchscreen, e ferramentas para automação de várias cópias muito inteligente, uma grande vantagem dele é que a altura do substrato pode chegar até a 64 mm e a velocidade de impressão é superior a da AGFA pois a qualidade de impressão dela é de 1200×600, com ela eu aprimorei bastante o meu senso de criar técnicas para impressões, afinal já tinha bastante conhecimento técnico.

Nos próximos posts eu vou destrinchar e explicar um pouco da tecnologia geral de impressão UV, além de apontar os prós e contras destes 2 equipamentos citados aqui.

Impressão UV.

Hoje em dia está se popularizando as plotters de impressão UV. Com isso o leque de possibilidades está apenas se abrindo aqui no Brasil. E informações sobre esse tipo de tecnologia ainda é difícil de se encontrar. Literatura específica então, pode esquecer, com isso gostaria de alinhar o meu gosto por escrever, e destrinchar assim conceitos deste tema que ainda tem muito a se desenvolver e ganhar cada vez mais espaço no mundo da comunicação e impressão digital.

No Brasil já existem diversas marcas que oferecem esse tipo de máquina, eu particularmente já utilizei 2 modelos, cada um com seu ponto forte e ponto fraco, mas os 2 cumprindo muito bem o seu papel, que é transferir com qualidade as informações digitais, sejam elas imagens ou mensagens, para o substrato que desejamos. As marcas que utilizei foram a AGFA, e a HP. 

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.